Cinema

“Bohemian Rhapsody” faz US$ 900 de bilheteria mundial

EO

Rami Malek é Freddie Mercury em Bohemian Rhapsody/20th Century Fox/Divulgação

“Bohemian Rhapsody”, o musical da Fox e da New Regency’s, ultrapassou oficialmente US$ 900 milhões em vendas de ingressos em todo o mundo, continuando sua poderosa campanha de maior cinebiografia de bilheteria de todos os tempos.

No último domingo (14), o filme vencedor do Oscar gerou US$ 685 milhões mundialmente, juntamente com impressionantes US$ 216 milhões nas bilheterias dos EUA. Embora esteja fora de cartaz nos cinemas norte-americanos há semanas, o filme ainda está sendo exibido na China e se tornando um enorme sucesso também entre o público no Japão, onde arrecadou US$ 114 milhões. Também teve ressonância na Coréia do Sul, arrecadando US$ 76 milhões, e no Reino Unido com US$ 71 milhões.

“Bohemian Rhapsody” usa o lendário catálogo de música da banda Queen para narrar a vida de Freddie Mercury e a ascensão da banda à glória. A Fox gastou modestos US$ 50 milhões para produzir o filme, fazendo com que seu sucesso surpresa fosse ainda mais doce.

O filme também recebeu o amor da Academia, com quatro Oscars, incluindo uma vitória pelo retrato de Rami Malek do icônico líder Freddie Mercury. “Bohemian Rhapsody” também prendeu Globos de Ouro para drama de cinema e ator em um drama cinematográfico para Malek.

Graças a “Bohemian Rhapsody”, a Fox terminou sua história em uma nota alta. No mês passado, a Disney fechou sua aquisição de US$ 71 bilhões da 21st Century Fox.

Fundador e redator do Geek of Nerd. 26 anos. Técnico em informática. Leitor de quadrinhos, fã de cinema, séries e do Cavaleiro das Trevas.