Destaque

Sony revela detalhes do PlayStation 5: Suporte pra 8K, retrocompatibilidade e mais

Mark Cerny, da Sony, revelou que o próximo console da família PlayStation incluirá suporte a Ray Tracing e terá disco rígido de alta velocidade em uma entrevista à Wired.

Foto: Divulgação

Ainda não temos um nome oficial para o novo console, já que Cerny teria se referido a ele como o console da próxima geração da Sony na entrevista. Mas por enquanto será chamado de PlayStation 5.

Independentemente do nome, sabemos que o próximo console não chegará neste ano.

Cerny atuou como o principal arquiteto de sistemas para o PlayStation 4 e para o próximo console, e ele tinha suas próprias esperanças de melhorias entre as gerações de consoles. O PlayStation 5 está recebendo um impulso de hardware, em parte, de um CPU melhorado. A CPU é “baseada na terceira geração da linha Ryzen da AMD e contém oito núcleos da nova microarquitetura Zenn de 7nm da empresa”. Juntamente com o chip AMD, vem uma unidade personalizada para áudio 3D que Cerny prevê que fará uma grande diferença na experiência de áudio.

Sem o auxílio de hardware externo, isso fará com que o som do jogo pareça vir do jogador de diferentes direções: acima, atrás, para os lados através dos alto-falantes da TV ou dos fones de ouvido.

“Como jogador,” disse Cerny, “tem sido uma frustração que o áudio não tenha mudado muito entre a PlayStation 3 e a PlayStation 4. Com a próxima console, o sonho é mostrar o quão diferente a experiência de áudio pode ser quando nós aplicamos quantidades significativas de potência de hardware a ele.”

Muitos detalhes não foram revelados sobre o PlayStation 5 – não temos um nome confirmado, data de lançamento ou preço, por exemplo. Mas sabemos que ele terá suporte o uso do fone de ouvido PSVR e que ele ainda suportará mídia física. O console também será compatível com os jogos do PlayStation 4.

Foto: Divulgação

Ele também receberá um novo GPU, uma versão personalizada da linha Navi da Radeon que suportará o rastreamento de raios. Esse recurso permite representações mais dinâmicas de iluminação, sombra e superfícies reflexivas.

Um dos aspectos mais empolgantes revelados para o console da próxima geração será seu disco rígido de estado sólido de alta velocidade. À medida que os jogos aumentam, mais tempo eles demoram para carregar e jogar. Um SSD de alta velocidade pode ser o ideal para a troca do jogador.

Cerny demonstrou a velocidade da nova unidade usando o recente jogo do “Homem-Aranha”, lançado no ano passado. A viagem rápida para o personagem principal levou 15 segundos em um PlayStation 4 Pro e um devkit da próxima geração completou a mesma ação em 0,8 segundos!

Um SSD de alta velocidade pode tornar o mundo do jogo mais rápido para o jogador, permitindo que ele se mova ainda mais rápido por ele. Cerny explicou a parada que os recursos de disco rígido do PS4 colocam na experiência de jogo, novamente usando o “Homem-Aranha” como exemplo.

“Não importa o quão poderoso você fique como o Homem-Aranha, você nunca pode ir mais rápido do que isso”, disse Cerny durante a demonstração do jogo, “porque é simplesmente o quão rápido podemos tirar os dados do disco rígido”.

Cerny demonstrou usar o console da próxima geração, e a câmera in-game “acelera a cidade como se estivesse montada em um jato de combate”, de acordo com a Wired, apesar das imagens do ambiente ainda permanecerem nítidas.

Os tempos de carregamento são parte da razão pela qual as telas de carregamento ocupadas são tão comuns, uma tentativa de distrair os jogadores da passagem do tempo, que Cerny mencionou também.

“Estamos muito acostumados a mostrar logomarcas no início do jogo e telas de seleção com gráficos pesados, até coisas como lobbies de multijogador e processos de carregamento intencionalmente detalhados”, disse Cerny, “porque você não quer que os jogadores apenas esperem.”

Como a Sony não está realizando um keynote na E3 este ano, provavelmente não ouviremos mais naquele evento.

O que sabemos é que a transição entre a PlayStation 4 e a PlayStation 5 será “suave”, o que significa que vários jogos serão lançados para ambas consoles. O “Death Stranding” de Kojima com certeza será lançado no PlayStation 4, mas ainda não há confirmação se o jogo também será lançado no próximo console, por exemplo.

Sobre Realidade Virtual e Streaming de jogos, a promessa é que o dispositivo de realidade virtual da Sony, o PlayStation VR, será importante para a futura geração, embora o representante da empresa tenha evitado dar detalhes nessa área. Tudo o que ele disse é que o PS VR atual será compatível com o novo sistema.

Outra novidade aguardada envolve o streaming de jogos, algo que o Google está apostando com todas as forças ao lançar o Stadia. Embora a Sony tenha um serviço que roda jogos na nuvem, o PlayStation Now, Mark não quis adiantar novidades sobre a plataforma, afirmando apenas que a Sony é pioneira na área e a visão da companhia para esse setor ficará mais clara com a proximidade do lançamento.

No entanto, ele confirmou algo que já era esperado: o sucessor do PlayStation 4 não chegará às lojas em 2019 e, assim como aconteceu com o PS3, vários jogos serão lançados para as duas gerações simultaneamente. Por enquanto, a ordem é segurar as expectativas pelo menos até 2020.

Fundador e redator do Geek of Nerd. 26 anos. Técnico em informática. Leitor de quadrinhos, fã de cinema, séries e do Cavaleiro das Trevas.